A classe das Aves é formada por cerca de 10.000 espécies que habitam nosso planeta. São animais vertebrados que, assim como os mamíferos, regulam a temperatura corpórea, mantendo-a constante (homeotermia). São ovíparos, possuem corpo coberto por penas, bico córneo, membros anteriores modificados em asas e ossos pneumáticos que tornam seu esqueleto mais leve facilitando sua capacidade de voar.

A ESPÉCIE é a unidade de classificação dos seres vivos. Forma um conjunto de organismos com características semelhantes e com capacidade de reproduzir e gerar descendentes férteis. As espécies compõe um GÊNERO, gêneros semelhantes compõe um grupo maior chamado FAMÍLIA, famílias semelhantes formam a ORDEM, estas formam a CLASSE, as classes formam um FILO e estes por sua vez compõe o REINO, que é o grupo de classificação mais abrangente dos seres vivos. Assim a ciência classifica a vida.

Vamos usar o sabiá-laranjeira que é a ave eleita como símbolo do nosso país como exemplo para demonstrar a classificação de uma espécie:

Reino Animal – Filo Cordata – Classe Aves – Ordem Passeriformes – Família Turdidae – Gênero Turdus – Espécie Turdus rufiventris

O Brasil possui cerca de 1900 espécies de aves que habitam ou vistam o território nacional. No Cerrado estão presentes 935 destas, cerca de 450 no Distrito Federal e  no campus da Universidade de Brasília, mais de 200 espécies já foram observadas.

As fotos aqui apresentadas foram obtidas em observações no próprio campus e em estudos vinculados a universidade em outras áreas do bioma Cerrado.

Esta exposição virtual será permanentemente alimentada com novas espécies de aves observadas no campus, inclusive com registros antigos obtidos na literatura sobre espécies que talvez já estejam extintas localmente, ou talvez sejam muito raras diante da intensa modificação de habitats e perda de áreas verdes no DF e entorno.

Participe da construção deste conteúdo! Envie seu comentário e contribua com o conhecimento sobre a diversidade de aves que habitam o campus.